Evolução nos sistemas de partida em motores a combustão

Os sistemas de partida utilizados atualmente também começam a evoluir, após mais de um século de poucas alterações desde a invenção do motor de partida convencional. Alguns conceitos inovadores começam a surgir, como o motor-gerador integrado, que é acoplado ao motor de forma contínua por meio de correia, no qual um único sistema tem a dupla função de motor de partida e de alternador.

Esses novos conceitos de sistemas de partida não convencionais podem também contribuir para o aumento da eficiência dos motores de combustão interna, através da economia de combustível, e também na redução das emissões de gases poluentes. A tecnologia conhecida como start-stop, por exemplo, permite que em situações de congestionamento usuais em grandes cidades, a economia de combustível possa atingir cerca de 8%, medida que pode variar dependendo do ciclo urbano considerado na avaliação, mas que se torna um fator decisivo para a adoção desse tipo de sistema de partida.

Torna-se bastante evidente que há grandes oportunidades para a pesquisa de novos conceitos de sistemas de partida, os quais possam fornecer baixo custo e maior eficiência. Tais iniciativas podem contribuir para a adoção de sistemas de partida não convencionais (do tipo start-stop) em mercados emergentes como Brasil, Índia e Rússia, já que o maior custo de tais sistemas inviabiliza hoje sua aplicação em mercados direcionados pelo baixo custo.

Todos os direitos reservados à Alvaro Canto Michelotti mestre em engenharia da Zen.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>